Transmitindo Graça

Compartilhar

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Introdução: Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, e sim unicamente a que for boa para edificação, conforme a necessidade, e, assim, transmita graça aos que ouvem (Ef 4.29)

“Você não foi chamado apenas para ser cheio de graça, mas para transmiti-la ao mundo”

Existe algo de maravilhoso a respeito da graça de Deus, nós podemos desfrutar dela e também podemos transmiti-la a outros. A vontade de Deus é que as pessoas recebam graça ao nos ouvir.

            Para que possamos transmitir essa graça a outros, precisamos primeiro nos encher dela. Em Atos, lemos que Estêvão era cheio de fé, cheio do Espírito e também cheio de graça: “Estêvão, cheio de graça e poder, fazia prodígios e grandes sinais entre o povo” (At 6.5 e 8).

             João 1.14 também declara que o Senhor Jesus era cheio de graça e verdade. Apesar de o Senhor mesmo nunca ter mencionado a palavra graça, sua vida era completamente cheia dela: “E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai” (Jo 1.14).

1 Como podemos ser cheios de graça?

Antes de tudo, ser cheio de graça é ser cheio de Cristo, pois Ele é a própria graça. A respeito da lei, diz-se que ela foi dada por meio de Moisés; mas, a respeito da graça, o evangelho diz que ela veio. A lei é uma coisa que foi dada, mas a graça é uma pessoa que veio:(Jo 1.17).

            Somos também cheios da graça quando nos enchemos do amor de Deus que está em Cristo. Quanto mais compreendemos o quanto fomos amados na cruz, quanto mais vemos o imenso preço que foi pago por nós, mais somos cheios de graça.

            “Somente quando transmitimos graça, podemos edificar a casa de Deus e experimentar a glória do reino”

Como podemos transmitir graça?

O texto de Efésios 4 diz para não sair de nossa boca nenhuma palavra torpe. Torpe não significa apenas palavra suja ou obscena. Claro que isso é torpe também, mas torpe no original grego significa algo que foi corrompido por alguém e não é mais próprio para o uso, gasto, de qualidade pobre, ruim, impróprio para o uso, sem valor.

2 Como podemos transmitir graça? A ordem bíblica é que falemos apenas palavras que edifiquem, pois somente tais palavras transmitem graça.       Transmitimos graça quando falamos para edificar, e não para destruir. Qualquer coisa que nós falamos para edificar vai transmitir graça. Nós sabemos que graça significa favor imerecido. Assim, sempre que falamos algo bom que o outro não merece ouvir, nós lhe transmitimos graça.

            Não estou falando aqui de elogios falsos ou bajulações tolas, estou dizendo que precisamos falar a verdade do evangelho para o outro. Precisamos dizer a ele como Deus o vê.

            Certa vez, um irmão estava parado num sinaleiro quando outro carro veio e bateu na traseira do seu carro. Ele abaixou a cabeça no volante e disse consigo mesmo: “Vou dizer algumas verdades para esse cidadão”.

                Subitamente, o Espírito Santo lhe falou ao coração: “Qual verdade você vai dizer para esse homem?” Ele disse: “Vou dizer que ele é um motorista barbeiro miserável”. E o Espírito Santo falou: “Essa é toda a verdade?” O irmão insistiu: “Vou mostrar-lhe que ele é um filho das trevas e o destino dele é o inferno!” Mas o Espírito Santo continuou falando ao seu coração: “Você precisa falar a verdade do evangelho”.

                Ele, então, saiu do seu carro, foi até o carro de trás e calmamente falou ao motorista: “Você se machucou?” O outro ficou perplexo. “Você não vai brigar ou dizer nenhum palavrão? Você quer saber se estou bem?” Uma pequena pergunta transmitiu graça ao outro.

 Mas nós estamos sempre querendo dizer umas verdades nosso ponto de vista. O problema é que essa verdade que queremos dizer não transmite graça. Normalmente, a verdade que queremos dizer ao outro é a aparência do que vemos ou julgamos, e não a realidade da fé.Uma das coisas mais desanimadoras é olhar os irmãos segundo a visão carnal ou natural. Aquele que só vê defeitos nos outros é doente espiritualmente.

A maneira certa de exortar um irmão é dizendo: “Você não está agindo de acordo com o que você é. Você é santo, cheio do amor e do Espírito de Deus, e suas ações não se harmonizam com isso”.Rm 15.14. Quando falamos aos irmãos a verdade sobre ele de acordo com o evangelho, nós lhe transmitimos graça.

Conclusão:Quando nosso cônjuge ou nosso irmão erram, nós falamos com eles com base no que eles merecem? Ou falamos com base naquilo que o evangelho declara sobre eles ?

Quando transmitimos graça, o pecado perde espaço, pois o pecado não tem domínio onde há graça (Rm 6.14). Quando transmitimos graça, há um ambiente de justiça, paz e alegria no Espírito Santo (Rm 14.17). Não há como transmitirmos graça e ao mesmo tempo medo e condenação. Onde há graça, o medo e o sentimento de condenação se vão.Se não transmitimos graça, entristecemos o Espírito

(Ef 4.30). Quando fomos salvos, Deus colocou o Espírito Santo em nós como um selo para nos marcar, indicando que pertencemos a Ele. O selo significa propriedade.Deus odeia todo pecado, mas a verdade é que, para Deus, é mais fácil lidar com um pecador do que com aquele que possui justiça própria. A justiça própria é a mãe de todos os pecados. Na verdade, o primeiro pecado foi justiça própria, quando o homem quis ser como Deus.

            Quando suas palavras não possuem graça, quando você resolve dizer para as pessoas o que você pensa que elas merecem, isso vai entristecer o Espírito Santo. Mas quando nossas palavras são cheias de graça, nós transmitimos graça e também alegramos o Espírito dentro de nós.Precisamos nos exercitar para liberar palavras que transmitem graça. Somente quando transmitimos graça, podemos edificar a casa de Deus e experimentar a glória do reino. Você não foi chamado apenas para ser cheio de graça, mas para transmiti-la ao mundo.

Abrir chat
1
Precisando de Ajuda ?
Olá
Precisando de Ajuda?