Sem comunhão não há unidade

Compartilhar

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Introdução: comunhão entre os irmãos em Cristo é algo prioritário para o Senhor Jesus Cristo. Veremos ao longo desse estudo como ele trabalha para que a Igreja permaneça unida. Somos um só corpo. Ao entender como ele funciona e qual a nossa função no Reino, seremos mais produtivos e contribuiremos ainda mais para a comunhão da Igreja.

 

1-Comunhão com os Irmãos: Versículo- (1 João 1:7)

graça e o amor de Deusjuntamente com o Espírito Santo são os produtores de comunhão entre os irmãos. O apóstolo João diz que a comunhão entre os irmãos em Cristo é uma consequência natural da redenção.

morte de Jesus na Cruz  lavou os nossos pecados e nos tornou irmãos. Ao longo de seu ministério o Senhor Jesus sempre ensinou  que nós devíamos ser com um só, unidos. Na verdade, Ele deixou um novo mandamento: (João 13:34,35).comunhão entre os irmãos é tão poderosa que pessoas crerão em Jesus apenas por observar o nosso amor de uns para com os outros. Que mensagem profunda!

 

2-Comunhão Entre os Irmãos: A Igreja (Atos 2:42) A comunhão entre os irmãos na Igreja é fruto de dedicação. Os irmãos da igreja primitiva dão prova disso. Eles se dedicavam ao ensino dos apóstolos. Ou seja, eram submissos a autoridade deles. Isso com certeza contribuíam e muito para que a comunhão entre os irmãos fosse fortalecida. Insubmissos e insurgentes afetam muito a saúde da Igreja no que se refere ao relacionamento. Normalmente estão envolvidos em fofocas e grupos contra a liderança.

Não faça isso! Não participe de grupos contra sua liderança, mesmo que eles errem, faça o caminho correto.  Ninguém é perfeito, converse e pergunte oque precisa, interceda. Os pastores, os diáconos, os lideres são autoridades instituídas por Deus, como na família pais e mães espirituais. O mundo hoje diz que esses valores são ultrapassados e que é apenas para se aproveitarem dos mais fracos, mas não é isso que a bíblia diz, as autoridades foram instituídas para nos cobrirem e abençoarem. Devido a perca do respeito pelos pais, pelos mais velhos e autoridades temos visto muitos desastres em sociedade. Bem sabemos que muitos não se dão ao respeito nesse caso o melhor seria sair debaixo da cobertura de pessoas com falhas graves de caráter doque rebelar-se e trazer condenação sobre si, causando discórdia e divisão. Deus tratará com eles seja através do seu discipulador que esta acima ou diretamente por Deus. Em que caso eu poderia confrontar meu líder ou pastor? No caso de falha de caráter. Em questões de temperamento ou coisas assim as dicas e exortações são feitas pelo líder acima, senão for assim causaria muita confusão, não saberíamos quem exorta quem! Não ofenda. Não menospreze. Não fale mal das autoridades para ninguém, nem mesmo dos políticos, isso acarreta consequências negativas para nossas vidas. Apenas ore, converse quando possível e se for necessário mude de sua cobertura. Mas não se levante contra as autoridades em qualquer nível.

Ao se submeter ao ensino dos apóstolos, os cristãos do primeiro século se dedicavam a comunhão. Havia esforço para amar, compreender, ajudar. Comunhão entre os irmãos é algo que exige foco, dedicação e instrução.Os ensinamentos de Jesus abordam muitas vezes esse tema. Isso prova que esse era um desejo profundo do seu coração (João 17:23)

 

3-Comunhão Com os Irmãos em Cristo (1 João 1:3)

A comunhão entre os irmãos em Cristo é uma consequência daquilo que a Igreja aprende sobre Deus. Ao ser ensinada de forma sadia, a Palavra de Deus produz comunhão. O apóstolo João diz isso. Eles anunciaram o que viram e ouviram com o objetivo de que os crentes se tornassem participantes da comunhão com Deus e com eles mesmos.

O principal elemento de comunhão entre os irmãos não deve ser os encontros em lanchonetes, pizzarias, restaurantes, shoppings ou viagens, isso será uma consequência.

O único elemento capaz de promover comunhão sadia na Igreja é o ensino da Palavra de Deus de forma sadia e sincera, por parte de quem a lidera.

A aceitação incondicional é primordial para isso em 1 Co5. 17 o apostolo fala sobre um contexto de novos chegando a igreja, e que os irmãos não deveriam olhar a aparência, mas olhar quem eram em espírito , em Deus, e com o agir da palavra o Espírito Santo fará a obra necessária, não julgue, não implique, não critique, receba os novos com amor, e entenda que cada um tem seu temperamento, sua forma de vida, experiências pessoais que os afetaram etc… Somente o amor, a aceitação, juntamente com o ensino da palavra é que trará as transformações.

4- Comunhão entre os Irmãos e a Comunhão com Deus(1 Coríntios 1:9)

comunhão entre os irmãos é uma das prioridades do Senhor Deus para a Igreja. É parte do plano dele para a convivência dos cidadãos do Reino. O apóstolo Paulo recebeu a revelação de que Deus nos chamou para a comunhão com o seu Filho Jesus. O qual, por sua vez nos chama a comunhão com o Pai, com o Espirito Santo e de uns com os outros. Ou seja, a comunhão entre os irmãos é algo extremamente valioso para a nossa espiritualidade. O próprio Paulo nos aconselha:“ (Tito 3:9)“ (1 Timóteo 2:8)

Outro fato importante a mencionar, é que nas férias de fim de ano muitas vezes tendemos a tirar férias da comunhão com Deus e isso não pode acontecer! Vamos consagrar o novo ano a Deus e também iniciar o ano com plena comunhão com Deus, é isso que garantirá a benção e vitória, não vamos deixar de guerrear e nem de cultuar a Deus, não dê trégua ao inimigo, é exatamente em fases de distração que ele quer nos atacar.

Conclusão: Embora tenhamos opiniões diferentes sobre determinados assuntos no Reino de Deus, somos aconselhados a não nos deixar levar por discussões que não serão produtivas, a fim de mantermos a comunhão comprada por Jesus na cruz do Calvário. Há UNIDADE NA DIVERSIDADE, o bom sendo e o temor nos ajuda a manter-se focado no mais importante, que são as vidas e a expansão do Reino de Deus.

comunhão entre os irmãos é o objetivo de Deus para os crentes em Jesus Cristo. Os ensinamentos e a morte de Jesus garantem isso. Perdoe e aceite cada um da sua maneira. Seja suporte para os mais fracos (Rm 15.1; 1Co 9.22; Gl 6.2 e 1 Tessalonicenses 5.14

Para que uma igreja viva em comunhão é necessário haver um ensino constante e sadio da Palavra de Deus, pois é ela que produz esse relacionamento. Então lutar pela comunhão do casal, da família, da célula, da igreja, dos irmãos espalhados pela face da terra é única maneira de ter unidade e demonstrar o poder do evangelho.

Abrir chat
1
Precisando de Ajuda ?
Olá
Precisando de Ajuda?